© Todos os direitos reservados
     Criado por:

WERKSTATT STUDIODESIGN

EDUCADORPONTOCOM Capacitação e Desenvolvimento é pessoa jurídica, registrada no CNPJ sob o nº 27.900.272/0001-02
Rio Grande do Sul - Brasil

STOLLEN, UMA TRADIÇÃO DO NATAL ALEMÃO

"Stollen" é um bolo amanteigado com passas e frutas cristalizadas e é tradicional em toda a Alemanha. 

O bolo pode ser encontrado principalmente na cidade de Dresden, onde o Stollen mais famoso é confeccionado por 150 confeiteiros credenciados para tal.

Em Dresden, o Stollen é tão famoso que há até um concurso, com a escolha da Miss Stollen e acontece a produção de um Stollen gigante, que chega a pesar 4.000 Kg. 

Além dos tradicionais biscoitos de Natal, o Stollen é parte essencial das festas de fim de ano na Alemanha e seu formato tem significado ligado ao período natalino.

Acredita-se que o formato comprido e achatado do Stollen represente o menino Jesus, embrulhado em um manto e, por isso, o bolo é, muitas vezes, chamado de Christstollen.

A cidade de Dresden, na Alemanha, é conhecida por esta especialidade natalina, também conhecida como Dresdner Chirststollen e foi mencionada por escrito, pela primeira vez, em 1474.

Mas o Stollen tem um uma história interessante por trás, que inicia no Século XV, na Europa, em uma época onde era proibido pela Igreja usar manteiga nas receitas e os bolos e pães eram preparados com óleo ou gordura animal.

Na época, o Príncipe da Saxônia (onde hoje está a Alemanha), descontente com o sabor horrível dos pães, escreveu uma carta ao Papa Nicolau, solicitando a liberação desta restrição, pelo menos para a família real, o que foi negado.

A família real tentou por diversas vezes, até que o quinto Papa, que sucedeu o Papa Nicolau, o Papa Inocêncio VIII, finalmente acolheu o pedido e enviou uma carta, autorizando a família real e seus serviçais a utilizarem a manteiga nas receitas, desde que fosse pago um imposto, que custeou a construção da Catedral de Freiburg. Esta carta ficou conhecida como "Carta da Manteiga".