© Todos os direitos reservados
     Criado por:

WERKSTATT STUDIODESIGN

EDUCADORPONTOCOM Capacitação e Desenvolvimento é pessoa jurídica, registrada no CNPJ sob o nº 27.900.272/0001-02
Rio Grande do Sul - Brasil

QUAL O SEU FUTURO?

February 1, 2016

Em “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carroll, Alice pergunta ao Gato de Cheshire:

- Senhor, poderia me dizer, por favor, qual o caminho que devo tomar para sair daqui?

- Isso depende de onde você quer ir. – Responde-lhe o gato.

- Não me importa muito para onde... – Diz Alice.

- Então não importa o caminho que você escolher. – Responde o gato.

Este é o grande dilema da sociedade. Sabemos para onde ir? Sabemos o que queremos? Sabemos qual o nosso futuro?

Segundo Peter Drucker, um dos ícones da Administração, “a melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”. Esta deveria ser a nossa linha de conduta e, em especial, dos nossos jovens e adolescentes. Muitos esperam que o futuro lhes ofereça algo. Se você não fizer algo pelo futuro, este não irá lhe oferecer muita coisa. O futuro é uma conseqüência do que fazemos hoje.

Porém, antes do futuro, é preciso pensar no presente. Queixas em relação ao presente, saudosismo em relação ao passado e outras “pérolas” de nada servem se não arregaçarmos as mangas e fizermos algo por nós mesmos.

Alegar que a educação é muito cara, mas gaastar em bens materiais talvez alimente o ego do presente, mas não garante o futuro. O futuro é daqueles que fazem a diferença, daqueles que tem algo a mais a oferecer.

Há algum tempo atrás, ouvi de um jovem, que já havia reprovado diversas vezes em anos anteriores, por simples desleixe (ele mesmo admitiu isso) e que, agora, se encontra com idade acima dos demais, podendo cursar um curso alternativo, específico para a sua idade.

Segundo este jovem, não gastaria dinheiro fazendo um curso de ensino médio e faria as provas do NEJA, porque não custam nada e não necessitaria cursar a escola.

Ora, qual a chance de este jovem ser contratado no mercado de trabalho, com um histórico de diversas reprovações e conclusão do ensino médio por provas? Não estamos dizendo que não possível mas, certamente, a chance é remota.

O mercado profissional está cada vez mais competitivo, exigindo cada vez mais dos profissionais e futuros profissionais. Ter somente a graduação já não faz mais a diferença para quem quer ingressar no mercado. É preciso ter algo a mais.

Para isso, não cabe o entendimento de que investir na sua formação é despesas. Educação não é despesas, é investimento, é agregar valor.

O argumento de que não vai investir no seu filho durante o ensino fundamental e o ensino médio, porque pode fazer uma “poupança” para quando ele ingressar na faculdade é um ledo engano. A base está justamente no ensino fundamental e médio. Uma base sólida fará a diferença no ensino superior.

Educação tem um custo e este custo não é barato, mas é investimento e trará resultados no futuro.

Os jovens e adolescentes também precisam fazer a sua parte. Estudar não é somente cumprir o ritual de acordar de manhã e vir para a escola. Também é preparar-se diariamente, manter uma rotina de estudos (e não falo de somente alguns minutos ou meia hora, falo de duas horas diárias, no mínimo, além das quatro de aula).

O futuro nos acena com um mercado altamente competitivo, onde o futuro profissional precisa ser altamente qualificado para fazer a diferença.

Alguns passos devem ser observados, para que os jovens e adolescentes estejam melhor preparados para o futuro:

1) Fique de olho nas oportunidades que surgem no mercado;

2) Faça a diferença;

3) Adquira qualidades diferenciadas;

4) Aperfeiçoe-se diariamente;

5) Mostre ao mundo as suas qualidades.