Buscar
  • Uwe R. Strauss

A MÍDIA MANIPULA OS TEUS SENTIMENTOS COM NÚMEROS INVERTIDOS


Nestes tempos bicudos, em época de Pandemia, tenho usado um slogan para provocar as pessoas a se motivarem a compartilhar menos situações de morte e mais notícias sobre vida e esperança: “Compartilhe a vida e a esperança e não a morte.” No ano passado, no auge das queimadas na Amazônia, a mídia ajudou a inflar o sentimento de ódio contra as queimadas, apresentando números que, ainda que reais, são impactantes. Vejamos: Notícia da GloboNews informa ao rufar dos tambores, que “Desmatamento da Amazônia é de 1 Campo de Futebol por minuto...”. Obviamente, dito desta forma, causa impacto e ódio e rapidamente o telespectador menos avisado conclui que estão devastando a Amazônia. Então, vamos aos números: Um Campo de Futebol tem as dimensões de 120 m x 90 m, o que dá uma área de 10.800 m2, enquanto a Amazônia possui uma área de 5.500.000 Km2. A área do Campo de Futebol, em Km2, é equivalente a 0,0108 km2. Sendo assim, o desmatamento de área equivalente a um Campo de Futebol por minuto é equivalente a 0,0108 km2 por minuto, o que equivale a 0,648 km2 por hora, 15,552 km2 por dia e 5.676,48 km2 por ano. Se o desmatamento da Amazônia equivale a um Campo de Futebol por minuto, para desmatar a Amazônia, levaríamos 968,99 anos, sem que nenhuma árvore cresça novamente ou seja plantada durante estes quase 10 séculos. Observem a forma como a mídia mostra os números de diversos episódios do dia. A mesma notícia sobre um mesmo tema pode ser apresentada de duas maneiras. A primeira, de forma impactante, mostra números que, embora reais, são números que impactam com um cenário depreciativo, um cenário de desesperança, um cenário de morte. A outra forma usa os mesmos dados e os mesmos números, mas apresenta um cenário positivo, não tão impactante. Para a mídia, a vida não dá ibope, não gera audiência. Por isso, é preciso apresentar os dados de forma que cause impacto. Em recente notícia, no dia 08 de Abril, no site noticias.r7.com, foi publicada a manchete “cerca de 86% dos municípios brasileiros não têm casos de Covid-19”, em um formato que causa mais alívio do que impacto negativo. Alguns dias depois, no dia 15 de Abril, notícia parecida foi publicada no site noticias.uol.com.br com a manchete “Brasil já tem mais de 1.000 cidades com casos de Covid-19 confirmados”. Ora, o IBGE, em 2018 contabilizou 5.570 municípios existentes no Brasil inteiro. O total de 1.000 cidades com casos de Covid-19 confirmados equivale a 82% dos municípios SEM contaminação pelo Covid-19. Convido-os a olharem as manchetes e os veículos de comunicação de forma mais crítica e não caírem na onda negativa e pesada que alguns veículos de comunicação querem gerar na população. Estamos em uma crise sanitária gravíssima, talvez sem comparação na história do país. Mas, precisamos ter esperança e compartilhar esperança e vida e não a morte. Alie-se a esta forma de ver esta crise e será mais fácil sair dela. Prof. Uwe Roberto Strauss EDUCADORPONTOCOM Capacitação e Desenvolvimento www.educadorpontocom.com.br


1 visualização

© Todos os direitos reservados
     Criado por:

WERKSTATT STUDIODESIGN

EDUCADORPONTOCOM Capacitação e Desenvolvimento é pessoa jurídica, registrada no CNPJ sob o nº 27.900.272/0001-02
Rio Grande do Sul - Brasil