Buscar
  • Uwe R. Strauss

A QUALIDADE DA IMAGEM NA ESCOLA


INDICADORES QUE APONTAM PARA A QUALIDADE

SINAIS DE ALERTA

Já fazem cerca de 60 anos que o termo imagem é utilizado nas instituições, tanto no contexto institucional, como corporativo. Imagem da marca, auto-imagem, etc.

Philip Kotler e Karen F. A. Fox, no livro "Marketing Estratégico Para Instituições Educacionais", definem imagem como sendo "A soma de crenças, ideias e impressões, que uma pessoa tem de um objeto". Assim, a percepção que o público-alvo tem da instituição escolar pode ser caracterizado como a imagem desta instituição.

No entanto, não é regra que as atitudes das pessoas são sempre as mesmas em relação a esta imagem. Assim, duas pessoas podem ter a mesma imagem de uma instituição, mas não tem atitudes iguais em relação a esta instituição.

Ou seja: duas pessoas podem ter uma imagem de qualidade de uma instituição, mas isso não significa necessariamente que essa imagem vá se reverter em captação de alunos.

Por isso, é preciso estar muito atento aos sinais que se manifestam a partir da leitura da imagem de uma instituição, bem como aos sinais do que realmente é o interesse do público-alvo. Desta forma, temos uma estrada de mão dupla, há uma necessidade de tornar visível a imagem da instituição, bem como ser sensível para perceber as reais necessidades, desejos, vontades e intenções do público.

Como transformar isto em um projeto pedagógico? Aí é que entra o aspecto técnico da instituição. É preciso ter profissionais capacitados e com condições de transformar em ações concretas um projeto pedagógico inspirado em um público-alvo que se deseja focar.

Um projeto pedagógico por si só pode ter uma excelente apresentação e um honrado propósito, mas não será levado a efeito se não houver um suporte administrativo-financeiro da instituição. É preciso que a instituição escolar seja autosustentável, para que o projeto pedagógico também se sustente.

Há inúmeros indicadores que servem para que se possa perceber e identificar o desempenho da instituição. Assim, também há indicadores que permitem emitir um "sinal de alerta" quando algo não vai bem na instituição ou quando a instituição apresenta sinais de um "barco que está a deriva".

Os indicadores da qualidade da escola e, consequentemente, os indicadores que apontarão para a formação da imagem da instituição, passam pelos seguintes aspectos:

  1. O espaço escolar (área física, prédios, instalações, ...)

  2. O equipamento escolar (estrutura das salas de aula, laboratórios, quadras esportivas, etc...)

  3. Organização do organograma da instituição (como se organizam os setores, quem são os profissionais, etc...)

  4. Entidade Mantenedora (capacidade de organização dos mantenedores, solidez da instituição mantenedora, etc...)

  5. Relações de Poder (como ocorrem as relações na gestão da escola, os poderes estão claros e perfeitamente distribuídos, a definição dos mandatos está clara?)

  6. Estrutura e organização do processo escolar (Qual a definição filosofico-teológica, a definição pedagógica, a definição e estrutura curricular da instituição, etc...)

  7. Como é a prática docente da instituição?

  8. Como a instituição se relaciona com o corpo discente?

Há alguns sinais de alerta que devem ser observados, indicativos de que a imagem da instituição não está sendo percebida com a devida qualidade que se gostaria. Alguns destes sinais de alerta são:

  1. Queda no rendimento e desempenho dos alunos;

  2. Elevado índice de rotatividade dos profissionais da instituição;

  3. Aumento de reclamações (alunos, pais, família, professores, funcionários, etc...)

  4. Alto índice de rotatividade de alunos;

  5. Necessidade de retrabalho;

  6. Falta de políticas educacionais ou políticas não claras o suficiente;

  7. Lideranças tecnicamente edespreparadas;

  8. ÍNdice de profissionalização baixo;

  9. Marketing inadequado;

  10. Descontrole administrativo-gerencial.

A solução é encontrada no planejamento adequado e tenaz da instituição. Este planejamento deve envolver todos os segmentos da instituição. A comunidade escolar deve ser a inspiradora do projeto pedagógico da instituição, também buscadas nas ciências e na pedagogia. A partir desta inspiração, é necessário identificar a meta da instituição, posicionar-se frente a realidade onde a instituição se encontra atualmente e identificar quais ações são necessárias para alcançar a meta estabelecida. Tudo isto, cercado de um suporte administrativo-financeiro-gerencial de qualidade e alto nível de qualificação.


7 visualizações

© Todos os direitos reservados
     Criado por:

EDUCADORPONTOCOM Capacitação e Desenvolvimento é pessoa jurídica, registrada no CNPJ sob o nº 27.900.272/0001-02
Rio Grande do Sul - Brasil

WERKSTATT STUDIODESIGN